12 março, 2008

Por isso é que ninguém gosta dela...

Uma coisa é certa, depois de ler isto quem passou a gostar mais da ASAE sou eu!
Mas temo que seja um amor de curta duração porque neste país tudo o que revela possuir alguma eficácia ou qualidade acaba sempre por ferir os interesses pessoais de algumas entidades económicas, criando-se imediatamente a necessidade por parte das mesmas de enveredar esforços e aplicar influências no sentido de a inutilizar ou até mesmo destruir.

Especulação?

Dito desta forma até dá a sensação que sim, mas não há nada como termos um pouco de paciência e vermos o tempo acabar por nos dar razão. (que...modéstia à parte, já estou mais que habituado..)
Vocês vão ver por exemplo o que vai acontecer com esta recente lei do tabaco, em 2009 vão ser as eleições (que vão servir de arma e pretexto) e em 2010 vai surgir o fim da proibição de fumar nos cafés, bares, pubs, discotecas, restaurantes e outros serviços ligados à restauração, com a desculpa de que o país ainda não estava preparado para abraçar esta medida...que as consequências foram desastrosas... surgiram problemas inesperados...que está a causar graves prejuízos financeiros ao país....que é preciso repensar um pouco quem fica abrangido e quem não fica...que é preciso dar um pouco mais de tempo (entre 5 a 500 anos..) para criar algumas condições estruturais...blábláblá....blábláblá...

Vai uma aposta?

Acreditem...eles de hoje em dia já nem se dão ao trabalho de disfarçar.
Ainda vão chorar de rir (como eu..) quando souberem na Tv que as discotecas por exemplo, deixaram de ser abrangidas pela lei de proibição de fumar porque foram consideradas por especialistas de renome como sendo locais de culto religioso..
E com todo o fundamento, diga-se de passagem, porque olhando à quantidade de charros e ganza que se fuma lá dentro, deve haver seguramente muita rapaziada que durante a "trip"consegue falar com Deus, com a Virgem Maria, com Marcianos, com Sereias, o Shaka-zulu, etc..etc..

Mas voltemos ao assunto que me traz aqui hoje.
Refiro-me a este assunto aqui:




«..Ratos dentro do forno, baratas a passear pelos talheres, pratos sujos durante muitos dias, bares que mal lavam os copos são alguns dos exemplos de casos graves e insólitos descobertos pela ASAE...»

Um estrondo, não é?

Quem disse que o nosso serviço de Hotelaria e restauração era uma grande porcaria???
Porventura serão capazes de exigir serviço melhor do que este, que fornece uma alimentação rica em fibras de baratas, calorias mega-larvas e proteínas Extra-ratos?

Já sabem agora porque motivo os preços aplicados nos nossos restaurantes ainda são muito baixos em relação aos outros países europeus?
Chama-se a isso o "Milagre das condições de higiene e normas de segurança alimentar para cumprir"!!
Convido-vos a todos a ler esta reportagem na revista "Sábado" e a conhecer bem de perto a história corajosa dum padeiro que fabrica pão com águas do esgoto para impedir com muito suor e sacrifício que o seu estabelecimento conheça o pesadelo duma vistoria da câmara ou ainda a história emocionante dum padeiro que tinha um rato a viver há tanto tempo dentro do forno que acabou por fazer amizade com ele...

Acreditem...é de vir as lágrimas aos olhos de tão emocionados que ficamos...

Francamente...ainda há quem diga que este país é um cantinho do céu abençoado por Deus, muito calminho, sossegadinho e onde não se passa nada...
Pois não!
Nada que a gente saiba!!!!!

4 comentários:

  1. E pessoas com responsabilidades ainda defendem que a ASAE não seja tão rigorosa porque colocam em causa a sobrevivência de muitos comerciantes...

    Isto anda tudo louco.


    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Amigo...a minha mulher é dietista e trabalhou durante uns tempos num grupo que tinha uma série de restaurantes. Fez também avaliações de outros. Nada do que possa ler na Sábado me vai chocar!!!

    Se as pessoas soubessem da missa a metade nunca mais metiam os pés num restaurante...

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Pensador;
    Não vamos generalizar estas situações a TODOS os restaurantes, certo?
    Mas confesso...quase que me ìa "cabritando"!!!
    Já agora...lançei-te mais um desafio, viste, viste!Ehehehe!

    ResponderEliminar
  4. é inquestionável o papel da ASAE nos casos em que a SÁBADO revelou,

    contudo, não deixo de olhar para aquilo como um documento de propaganda,

    gostava era de ver retratado os casos em que por causa duma etiqueta se arruina um pequeno negócio com coimas de milhares de euros, ou que me explicassem porque é que faltas que já vi punidas em lojas de bairro passam impunes nos grandes hipermercados.

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."