06 junho, 2008

Estava a ver que nunca mais acabava!

Recordo-me que há uns tempos atrás quando tomei conhecimento de que iria estrear nos cinemas uma versão em filme da série "O Sexo e a cidade", dei por mim a desabafar com um colega:
- Se não bastasse o raio da série, também tinham que fazer um filme com esta merda!

Não é por mal.
Mas a ideia de ver 4 quarentonas e 1 cinquentona - SOLTEIRONAS - a falar sobre relacionamentos interpessoais ou ligações amorosas, é quase como colocar o Papa Bento XXI a falar sobre os benefícios do Kamasutra.
Sei que cometo um pecado capital ao dizer isso, mas para mim, se esta série abrisse de facto alguns horizontes (como dizem alguns), seria apenas no sentido de ensinar as mulheres a serem fufas ou apostar no celibato.
Solteironas aos 40 anos??...é fugir delas!!

Dizem que é nessa idade que as mulheres atingem a idade da Loba, mas no caso destas será antes a idade das Cobras!..hehehe

Não, a sério. Dá-me inclusive a sensação de que os divórcios começaram a aumentar de forma mais notória desde que colocaram esta série no ar.

Mas eis que chega finalmente boas noticias!
Segundo diz a imprensa este filme será mesmo o fim desta saga! Aleluia!
Depois disto, quem quiser sexo vai ter que ser fora da cidade , porque o "Sexo na cidade" vai desamparar a loja!
Ufa!...Finalmente....estava a ver que não.

A Minha Trollitada:

Pensador - Eu nunca vi, mas sabias que de acordo com uma sondagem que apareceu na "Maria", a série mais vista pelos homens portugueses é "O sexo e a cidade"?
Trollitas - O sexo e o quê?...

5 comentários:

  1. Eu penso que do Sexo e a Cidade, há algumas coisas que podemos assinalar. Em primeiro lugar podemos não gostar da cidade, mas de sexo...é certinho. Agora o nome terá sido escolhido porque estas meninas fizeram sexo com toda a cidade? Não sei, mas tb não importa nada. Concordo com o pensador e acrescento que para além dos textos que eram interessantes, pouco ou nada esta série acrescenta ao SG Lights (ou Marlboro Lights que é mais indicado neste caso) em que se tornou uma certa fatia da sociedade Nova Iorquina (penso que a série se passa em Nova Iorque). E tb para vos dizer a verdade acho que acima de tudo a série, e agora o filme, servem para ser um grande spot pulicitário às grandes marcas de roupa, sapatos e acessórios.
    As meninas vestem Prada e por aí fora.
    Acho esta série um dos novos exemplos publicitários do nosso novo mundo.
    E agora uma multidão mundial paga para ser induzida.
    É mais uma grande revolução "comercial".

    ResponderEliminar
  2. Eu quero lá saber da série "O Sexo e a Cidade".

    Eu quero é saber o que raio tem o Pensador contra as quarentonas.

    Estás a abusar....

    ResponderEliminar
  3. Victor,O Sexo é seguro que gosto, mas já da "Cidade" não posso me pronunciar porque nunca tive sexo com nenhuma.
    Na minha juventude cheguei a namoriscar uma Maria Cidade(Não sei se isso conta?), mas também com ela a coisa nunca foi além de alguns apalpões...
    Não sei como se comporta a nova sociedade Nova-iorquina em matéria de sexo, o que eu sei é que eles estavam a ganhar uns "palitos" tão grandes que num famoso 11 de setembro, tiveram mesmo que arranjar forma de deita-los abaixo...
    (Esta foi mesmo mazinha...hehehe)
    Concordo também que este filme é acima de tudo um grande spot pulicitário às grandes marcas de roupa, sapatos e acessórios....mas ao preço que está o litro da gasolina acredito que o único "Spot" que poderá acontecer por este mundo fora é acima de tudo o Spot da contrafacção...

    Ni, Percebestes mal o Post.
    Eu não tenho nada contra as quarentonas.(A minha mulher está quase lá, lembras-te?)
    Eu só critico é as quarentonas SOLTEIRAS!

    É Quarentonas SOLTEIRONAS e trintões SOLTEIRÕES!
    Se estão sozinhos com essa idade, que podem bem eles ensinar aos outros acerca de relações amorosas e relacionamentos interpessoais?
    Eles não conseguem arranjar para eles(as) e vão saber como arranjar para os outros?
    Percebes agora a minha ideia?

    Bird,por vezes é preferivel ser mauzinho do que ser comido de mansinho....hehehe...

    Abs e Bjs

    ResponderEliminar
  4. Pensador... ao menos viste a série alguma vez??? Elas podem ser solteironas, mas se calhar têm muito mais a dizer do que certas mulheres CASADAS que não percebem nada de "relações interpessoais e ligações amorosas". É que a história é exactamente sobre os relacionamentos delas. Lá porque as pessoas não são casadas, não quer dizer que não tenham experiências de relacionamento, mais ou menos duradoras, mais ou menos felizes, mais ou menos maduras... A série das fufas é outra, lembras-te?

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."