14 junho, 2008

A isto se chama um Estado responsável...



...Agora, só nos falta mesmo é conseguir definir o sentido da expressão "Estado responsável"!
Será que estamos perante um Estado responsável por saber aldrabar os portugueses como ninguém, um Estado responsável pela miséria que se vive em Portugal ou se é apenas um Estado responsável pelo desprezo crescente que os jovens nutrem em relação à politica?

800 milhões de euros de despesa pública ilegal???
Isto é quase tanto como os lucros anuais da GALP!!

E diz ele que não pode baixar o ISP....

Por isso é que eu digo que este Governo antes de pedir responsabilidade aos outros deveria pelo menos ter o cuidado de limpar a boca!

5 comentários:

  1. Esta merda é vergonhosa!
    Cadê a justiça?! Só é feita aos pobres?!
    Revoltante...
    bjs.

    ResponderEliminar
  2. Pensador peço desculpa por me repetir mas já comentei este assunto e, se me permite, mesmo correndo o risco de voltar a ser metralhado pela nossa querida Ni, aqui fica:
    Claro que o governo apela às atitudes responsáveis, era o que faltava não o fazer.
    Posso até permitir o fluir do pensamento na direcção de que, no caso do aumento dos combustíveis, pouco ou nada pode fazer e mais nada nos resta do que nos prepararmos para o fim do petróleo, é o fim do ciclo.
    Mas ser responsável é perder milhões de euros do orçamento de estado em aplicações ilegais?
    Ser responsável é renovar frotas de veículos a juízes nomeados?
    Ser responsável é negar tudo o que se defende quando se é oposição?
    De que lado estavam os srs. deste governo quando os camionistas bloquearam a ponte no tempo de Cavaco a primeiro ministro?
    Ser responsável não é ser surdo.
    Ser responsável não é brincar às negociações, neste caso, com os representantes dos grandes empresários.
    Ser responsável é respeitar o que se diz quando se pretende ser governo.
    E, meus senhores, este governo falseou o curriculum quando concorreu às eleições.
    Ser governo deste país, hoje em dia, é apenas manter o emprego como ministro ou deputado.
    Ser responsável não é, certamente,proclamar a pobreza e a dificuldade, fazer aeroportos e TGV's para distribuir milhões pelos financiadores das campanhas eleitorais.
    Ser responsável não é cortar ao pão dos velhos e besuntar-se de lagosta às escondidas.
    Desculpam-se com o estado das coisas também nos outros países europeus, teimam em comparar-nos com eles. É curioso que a comparação é sempre nos preços, naquilo que os outros pagam, produzem, etc. Nunca é no que os outros ganham. Não me importaria de pagar preços europeus se ganhasse ordenado europeu.
    Resposabilidade é ser sério e dizer de uma vez por todas aos portugueses, que não vale a pena. Seja qual for o governo PSD ou PS há-de ser sempre assim.
    Porque teremos sempre os mesmos no nosso país a ter lucros de centenas de milhões de euros?
    Serão eles os únicos 3, 4, 5, ou 6 empresários inteligentes do nosso país?
    Ser responsável é permitir uma justiça que liberta abusadores de crianças, iliba médicos negligentes e arrasta processos de ricos?
    Ser responsável é permitir que velhos cortem à sopa e aos medicamentos?
    Ser responsável é permitir a selva na educação, os lobies das editoras na altura da compra dos manuais escolares?
    Ser responsável foi terem acabado com a nossa agricultura e as nossas pescas, para irmos comprar a outros países, alguns deles com menos mar que nós?
    E muito mais poderia eu dizer.
    Não, senhores, isso não é ser responsável.
    A luta dos camionistas não teve só a ver com a classe, mas neste país de bananas, de gente que se pensa rico, porque tem um cartão de crédito e deve tudo a todas, é assim.
    Eu quero que se lixe o défice, quando vejo um velho ter fome.
    Eu não sou tótó e sei que a política e esta democracia vai ter de existir sempre como sistema, só não compreendo como continuamos a deixar-nos foder ano após ano, sempre pelos mesmos e ainda por cima sempre com os mesmos dados viciados.
    E há mais, passem os olhos pelo meu blog "Gosto de Ti Assim", e vejam a última da EDP.

    ResponderEliminar
  3. Não sabia que era uma metralhadora.


    Então para não vos aborrecer mais (até porque hoje quem me provocar dá-se mal,)apenas digo o seguinte: arranjem lá uma alternativa que não seja destruir o que estes conseguiram até ao momento e pode ser que mude de ideias.

    ResponderEliminar
  4. Chiça...isto é o que se chama dar-lhe na "branca" como gente grande....AHHAHAA

    Abraçoooooooo

    ResponderEliminar
  5. Bird, a vergonha e a actual justiça,à semelhança do mundo politico, só serve para quem acredita nela...

    Victor, faço das tuas palavras as minhas.

    Ni, e que conseguiram eles até o momento?
    Desculpa mas não vi a situação dos portugueses melhorar em nada!
    Será que estou a viver melhor e nem dei fé disso?
    Agora, só porque não existe uma alternativa politica credivel, isso não quer dizer que tenhamos que elogiar/aceitar o que não presta!
    Isso seria o equivalente a dizer-mos: " Como são todos ladrões, vamos convidar o menos ladrão a comer na nossa casa".
    Isso seria patético, não te parece?
    Se não existe uma alternativa politica, está mais do que na hora de cria-la!
    Não nos vamos conformar com a porcaria que temos!
    Vamos a luta!

    Sadeek, "Mesquinha" decerto que seja!...mas se há coisa que ele nunca será é "Gente grande"...

    Abs

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."

White side and black side of the moon...

Donald Trump and Pope Francis represent the white side and the dark side of the moon...  Trump is smilling and Pope Francis seems a l...

Para recordar...