10 dezembro, 2010

Até que ponto pode ser traumatizante...

...para um homem lindo, sereno, inteligente, esbelto,  gracioso, musculoso, culto, simpático, e tão charmoso quanto eu (Podia ter dito logo"Eu", mas o post deixaria de ter tanta piada...), que acossado pela pior das maldições atribuídas pela Mãe natureza, irrompe pela casa de banho com a destreza de quem parecia ter um chouriço "encalhado" dentro dele (literalmente...) e na hora em que desaperta finalmente o cinto para descarregar a causa do seu tormento e alcançar o céu...
....Paff!....deixa cair dentro da sanita as chaves do carro que estavam mal posicionadas num dos bolsos das calças...

E a resposta é:
- Muito. Muitíssimo mesmo. Beaucoup de tristeza! Bota "a lot" de traumatizante nisso!
Não recomendo esta experiência à ninguém...

(Ps: Repararam que nas etiquetas do post, coloquei "Humor rasca"? Pois...a verdade é que fiquei à rasca mesmo...só não me deu foi para rir...)

6 comentários:

  1. Eu ia escrever uma coisa mas é melhor ficar-me pelo bom dia (há muito tempo que não te desejo)e esperar que hoje não fiques à rasca.

    :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. ahahah

    oh meu deus, obrigada pela gargalhada da manhã. É que podes ser lindo, maravilhoso e charmoso... mas tudo o que entra também sai!

    ResponderEliminar
  3. E agora já estás melhor ó convencido?

    ResponderEliminar
  4. Nina, Ias escrever algo mas não conseguistes ganhar coragem, é isso?
    Hummmm....mistério....hehehehe
    Aposto que era qualquer coisa ligada à expressão "ficar à rasca", acertei?
    Bom, de qualquer forma, obrigado pelo teu bom dia. Soube-me bem.
    :) Bjs

    S*, Fiquei muito agradado por saber que toda esta situação a divertiu imenso minha menina. (Grrrrrss)
    É certo que tudo o que entra também sai, mas agora a sério, era mesmo forçoso as minhas chaves optassem por saír do bolso naquele preciso momento?
    Estou amaldiçoado! Digo-vos! Amaldiçoado!
    :) Abs

    Tinta, E tinha eu outra alternativa?
    Havia 2 opções: Ou metia antes ou metia depois do "serviço" concluido. Acho que a opção 2 nem merece ser colocada.
    O pior é que eu tenho a mão bastante grande e a extremidade dos meus dedos não conseguiam chegar às chaves. Tive de ir à saltitar até a cozinha, que nem um Kanguru a fugir doutro macho, para buscar um garfo e só depois é que consegui "desemtupir" a situação.
    A minha mulher viu-me e deve ter pensado que eu andava maluco, mas isso já ela pensa diariamente, por isso nada de novo nesse caso, mas o garfo, esse, foi para o lixo.
    :) Abs

    Tilida, menina, Convencido não...realista....hehehehe
    A única coisa em que fiquei "convencido" de verdade, foi na urgência de comprar uma sanita mais larga. Ou isso ou um faqueiro novo, ainda não me decidi.
    E sim, estou melhor. Mais aliviado por assim dizer...
    Obrigado por perguntares.
    :) Abs

    ResponderEliminar
  5. Olha eu perguntei por perguntar...Para ser simpática porque no meu estado normal não sou!Um conselho :não compres um faqueiro,o pessoal agora regressou à pré-história e o chique é comer com as mãos!
    Obrigada por responderes*

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."