Seguidores

30 dezembro, 2007

Até mete impressão...


O tempo até nem convidava a nada,mas como a minha casa é composta por gente muito "aldeeira" e que por sinal já estava bem fartinha de permanecer em casa, lá ganhamos coragem para pegar no carro e viver uma autêntica aventura,tal como comer um "lanchinho" na vila de Esposende.


Iniciamos sem mais delongas a nossa viagem e para aproveitar melhor a paisagem rural (pinheiros,eucaliptos,mulheres a vender batatas na estrada,etc...),achamos por bem evitar a A28 e seguir pela antiga EN13.

No inicio até foi agradável (não fosse eu um genuíno condutor de domingo no verdadeiro sentido da palavra..),mas na freguesia da Estela (fica algures em Portugal..) fomos confrontados com uma longa e interminável fila de transito à nossa frente ,e pelos 5 minutos que demoramos a percorrer 10 metros,percebemos logo que nunca mais chegaríamos ao nosso destino no timing desejado.

Como esse "engarrafamento" estava a ser provocado pela existência de uma feira nos arredores (Feira da Estela) e porque as crianças estavam também a ficar um pouco impacientes,alteramos momentaneamente os nossos fabulosos planos e decidimos visitar a respectiva feira.

Uma vez lá dentro,senti-me logo arrependido de ter lá entrado!

Os corredores destinados a passagem dos peões/clientes eram extremamente estreitos e não só obrigava a que as pessoas tivessem que se deslocar devagar ,como também teriam que ficar muito apertadinhas.
Nunca fui tão apalpado em toda a minha vida!! (Imagino o que se estaria a passar com a minha mulher...aliás,acho que prefiro nem tentar imaginar!)
Levei com tantos encontrões lá dentro que até ganhei uma invulgar sensação de desconfiança e pus-me a verificar várias vezes se a minha carteira ainda estava no seu lugar devido. ( Sabe-se lá que tipo de amigos poderia encontrar por lá...)



O caso até nem era para menos. Só nos cerca de 100 ou 150 metros de feira que eu tive o privilégio de visitar, senti-me deveras espantado por ver a presença de 13 vendedores ambulantes (a maioria Ciganos e Marroquinos) a venderem DVD's e CD's piratas e outros materiais contrafeitos...

Com filha da "pucha",nunca me tinha ocorrido que as alcateias conseguissem ser tão grandes!!

- 4 CDs 5 Euros!!! gritava um deles...

Quanto???
Pois...desta forma não me admira nada que os artistas estejam todos a berrar de fome,mas também não podem se lamentar porque os preços que as editoras praticavam (e continuam a praticar..) eram e são uma autêntica roubalheira!
E é sabido que um ladrão que rouba outro ladrão,costuma ter 100 anos de perdão.

-Será que a ASAE já se lembrou de passar por aqui? (pensei eu)
Mais tarde a Internet confirmou-me que sim. Já houve este ano nos inícios de Maio uma enorme acção de fiscalização da ASAE que resultou, entre outras coisas,na detenção de 8 pessoas e também numa gigantesca apreensão de material contrafeito. (mais de 8000 DVD's ao que parece!!!).

A minha Trollitada:

Não resisto a perguntar:
Se as consequências dessa operação tivessem sido severas (ou pelo menos levadas a sério..) para os infractores que foram presos,isso não daria origem a que os outros similares ganhassem algum medo e deixassem de se arriscar?
Que raio de técnicas dissuadoras estão eles a utilizar/aplicar para fazer com que o problema cresça em vez de ficar reduzido?

É que nos rostos de todos os vendedores ambulantes ilícitos que observei,não vi nenhum que parecesse preocupado com a eventual chegada da policia!!!!

(Ps: escusado será dizer que apesar do "mirabolante" preço desses produtos, jamais seria capaz de comprar seja o que for a pessoas desonestas!?)

3 comentários:

  1. Pensador, as penas previstas at'e sao bastante severas, o problema é que se trata de um crime que compensa.

    ResponderEliminar
  2. Esses são do tipo, quanto mais me bates mais gosto de ti... fui!

    Borboleta Azul

    ResponderEliminar
  3. Ni,Enquanto compensar as penas nunca poderão ser consideradas severas..

    Borboleta,bem...agora fizeste-me pensar noutra coisa...hehehe

    Bjs

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."