Seguidores

25 setembro, 2010

Portuguesismos do dia a dia...

Hoje, 10h00 da manhã (porque caso contrário seriam 22h00), num cafézinho simpático à beira-mar - com lotação média -, na companhia da minha linda e fofa "jolie lá de casa", que, após já quase 30 minutos de espera, desesperava....e suspirava....suspirava...suspirava...

Até que de repente!

Suspirei eu ?
Não, nada disso. Um suspiro meu, embora plenamente justificado, não seria seguramente causador de nenhum espanto, uma vez que eu sou daqueles homens que passa a vida a suspirar cada vez que se encontra ao lado da sua amada.

Na verdade, o que vos quero contar é algo bastante mais intrigante e surreal...

Jolie lá de casa - Vamos embora?
Pensador - Sim, acho que é melhor. Mas antes disso vou pedir à menina que nos faça a conta.
Jolie lá de casa - Mas qual conta se a gente não tomou nada ainda?
Pensador - Precisamente, gostava de avaliar se eles são tão maus a reflectir como a servir os clientes.
Jolie lá de casa - Anda, não brinques. Não gostava de fazer cenas.
Pensador - Mas quem é que tem intenção de fazer cenas? Até parece que não conheces o teu marido.
(silêncio intrigante...)
(..que rapidamente se transformou num silêncio super intrigante..)
Pensador (que já não aguentava com a pressão do silêncio, e não, o silêncio não era nenhum homem!) - Bom, ok, Estamos no ir.

(A patroa (?) vê-nos a levantar e vem a correr num apíce)

Patroa mas pouco - Oh! pedimos-vos desculpa pela demora. O vosso pedido está agora mesmo a sair.
Pensador - Pois está...e nós íamos agora precisamente atrás dele...
Patroa mas pouco - Não percebi.
Pensador - Já contava com isso.
Jolie lá de casa (após uma boa e discreta penicadela nas minhas costas) - Amor, não sejas mauzinho..
Pensador - Ok, ok linda...será como desejas.
Patroa mas pouco - Muito bem, vou já pedir à minha funcionária que vou sirva imediatamente.
Pensador - Mal posso esperar...(murmurei eu)....aiiii!...(E mais outra penicadela da minha chérie, mas desta vez não teve nada de discreta)

Mais 5 minutos, sensivelmente...

Empregadinha (daquelas!) - Ora aqui estão 2 meias de leite, uma torrada com manteiga e uma beijoca. Tinha beijocas de chocolate e normais, como não sabia qual você queria, trouxe a normal.
Pensador - Muito bem...mas então suponho que durante toda esta longa meia hora em que estivemos aqui à espera de ser servidos, nunca lhe tenha ocorrido por um segundo sequer na sua cabeça que eu pudesse nutrir algum interesse em escolher?
Quando a gente não sabe, pergunta minha senhora!
Porque não me colocou a questão em vez de decidir por mim?
Afinal, quem é o cliente aqui?

Haja paciência!***

(***Olha...bem dizia a minha chérie, afinal acabei mesmo por fazer cenas....)

Sem comentários:

Enviar um comentário

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."