07/03/2018

Benfica e as "toupeiras" da desgraça...

Resultado de imagem para paulo gonçalves
Imagem da Net
Dizem que é preciso termos sempre muito cuidado com aquilo que desejamos porque muitas vezes corremos o risco de vermos tudo isso realizar-se. O Sport Lisboa e Benfica (SLB) sempre insistiu, através de vários intervenientes e meios de comunicação social, para que a justiça neste país fosse célere e corajosa e trabalhasse sem medo em prol da verdade desportiva, castigando todos aqueles que recorreram à ladroagem, tráfico de influências e corrupção aos mais variados níveis, no sentido de obter benefícios indevidos para os clubes que representam. E a verdade é que ele insistiu tanto tanto mas tanto nessa premissa que o Ministério Público acabou por fazer-lhe a vontade e ontem de manhã o Dr Paulo Gonçalves, director do Departamento Jurídico do Benfica e braço direito de Luís Filipe Vieira, foi detido pela Polícia Judiciária sob suspeita de, em nome da SAD do clube, ter subornado três funcionários judiciais para lhe fornecerem peças processuais do chamado 'caso dos mails'. Ora digam-lá se não é verdadeiramente saboroso assistir a toda esta deliciosa ironia do destino e se não é também bonito ver finalmente a justiça funcionar em Portugal? O mais engraçado é que o Paulo Gonçalves não foi detido devido a qualquer crime que tenha cometido no âmbito do "caso dos mails" mas sim por ser suspeito de ter subornado funcionários judiciais para que estes revelassem em tempo útil todas as informações sobre a forma como o caso estava a decorrer, de todos os passos que estavam a ser feitos pela justiça, a fim de antecipar eventuais operações da PJ. Em suma, não foi preso por causa do caso mas foi preso devido a ele. A curiosidade matou o gato diz a sabedoria popular e muito bem e este "gato" era bem gordo. Com aquela altura, aquele aspecto de bruto durão, e um rabo quase do tamanho do Pedro Guerra, nem sei como é que ele pude achar que conseguia infiltrar-se nos tribunais e passar despercebido de todos sem que fosse detectado por alguém. É certo que esta noticia deve ter caído nas hostes benfiquistas que nem uma bomba atómica porque, para um clube que se farta de gritar aos 4 ventos o seu bom nome, honra, integridade e honestidade à toda a prova, e que se farta também de condenar incessantemente a suposta falta de tudo isso noutros clubes mais a norte, vai ficar-lhe muito mal na fotografia ver o seu nome manchado e ter no seu historial mais um dirigente a ser detido por actos de corrupção, vigarices, tráfico de influências e vários outros problemas de justiça, numa lista que começa com Luís Filipe Vieira em 1993 e nunca mais termina. A titulo de curiosidade nunca é demais salientar que os últimos 4 presidentes do Benfica possuem todos no seu cadastro o facto de já terem sido detidos pela polícia. E isso acaba por ser particularmente espantoso e confesso que tenho algumas dificuldades em compreender tudo isto, porque, se, supostamente, os dirigentes portistas são conhecidos por ser os gatunos, mafiosos e ladrões, fruta seca, pito dourado e essa ladainha toda, porque razão são sempre os dirigentes benfiquistas que vão parar à cadeia? Isto há coisas que são simplesmente muito difíceis de explicar.

Mas dai, acho que sei. Chama-se a isso o efeito "Boomerang". Da próxima vez que o Benfica quiser atirar qualquer coisa para atingir alguém...que tenha o cuidado de não escolher um pau que tenha a forma de um Boomerang, porque se a tiver e este falhar o alvo, o que, diga-se, acontece bastante facilmente quando é o Benfica a lançar algo, a possibilidade do pau fazer meia volta e voltar para trás e atingir o "lançador" pela costas....é danosamente grande. Para além disso, quem tem telhados de vidro nunca pode dar-se ao luxo de lançar seja o que for aos seus rivais..


Sem comentários:

Enviar um comentário

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."