Seguidores

30 setembro, 2008

Isto sim, é confiança!!!

O nosso Primer Minister, José Sócrates, afirmou que as famílias portuguesas podiam ficar descansadas porque as suas poupanças não vão ser afectadas pelo actual quadro de crise que está a assolar o mundo inteiro.
Minutos após estas declarações, muitos foram os que pensaram que se tratava apenas de alguma conversa fiada para adormecer o zé-povinho e impedir/retardar uma corrida imediata aos bancos, com o objectivo de levantar as suas poupanças ou outras reservas de dinheiro.
Mas não, desta vez tenho que partir em defesa deste homem e manifestar a minha crença de que ele esteja a dizer mesmo a verdade.


É normal que as poupanças dos Portugueses não venham a ser afectadas por esta crise, porque no fim de contas....quem é que as têm???...Aquilo que não existe, também não corre riscos de ser atacado, né???

(Ps: À esta hora já fechou tudo, mas amanhã, logo à partir das 9 horas, acho que vão nascer filas tão grandes à porta dos Bancos que ainda vai se tornar necessário encerrar algumas ruas!...o que eu acho errado, já que na minha modesta opinião, as pessoas deviam acatar/acreditar mais na palavra do José Sócraques...perdão, Sócrates. Antigamente era assim que se fazia, mas hoje em dia já não existe respeito nenhum pelos políticos...)



3 comentários:

  1. Mas, agora pergunto eu: se os bancos cá da praça entrassem em falência, será que se esqueciam dos meus empréstimos? Isso é que dava cá um jeito.

    :-)

    ResponderEliminar
  2. Bem Nina, não te quero desanimar mas acho que o mais certo é continuares a pagar os teus empréstimos com juros mais altos e....ainda poderás te dar por muito feliz de não seres também obrigada a pagar os empréstimos dos outros...
    Seria surreal se assim fosse?
    Não nina, não seria surreal...seria apenas Portugal...

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Não é só em Portugal.

    Se o plano Bush for para a frente será também na América.

    :-)

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."