19 dezembro, 2010

Eis o Portugal onde nada acontece...

...Porque segundo aquilo que se consta por ai, continuamos a ser o tal país de brandos costumes, o famoso paraíso à beira-mar plantado, formado por um povo generoso, acolhedor, simpático, que gosta e sabe receber bem, e onde todos os seres humanos prevalecem bons por natureza...

....ah!...e também acredito em OVNIS...e em vacas voadoras já agora...

Porquê?
Porque já alguém tinha dito no passado... " Os brandos costumes escondem uma violência subterrânea enorme".

3 comentários:

  1. Teremos um gene austríaco? Debaixo de personalidades suaves e tranquilas, escondem crimes macabros na cave... estou a lembra-me daquele monstro, Joseph Fritzl. Mas não, nada disso. Mortos a tiro e crimes passionais são próprios de gentes latinas, de sangue quente!

    ResponderEliminar
  2. Desde que a mesma ande controlada...

    Mas, comparados com outros países, ainda somos um País de brandos costumes...

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Tinta, Mortos a tiro e crimes passionais não são próprios apenas de gentes latinas, mas sim de todo o ser humano em geral. (A ocasião faz o ladrão...)
    A unica diferença é que uns sabem esconder/camuflar melhor os seus crimes do que outros, como se tornou um bom exemplo o caso dessa aberração chamada Joseph Fritzl.

    Bjs

    Nina, Lamento desiludir mas apesar de um falso estigma social criado em contrário, estamos muito longe de ser um país de brandos costumes.
    Uma violência subterrânea enorme, mesmo que controlada, nunca deixará de ser enorme.
    Além de que só se consegue controlar a violência com o uso de mais violência.

    E bem sabes como o nosso país tem tendências para o exagero...

    Bjs

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."