13 janeiro, 2011

Homo...fobías...



Se eu fosse homofóbo (que não sou karago!) e tivesse sido contemplado com uma educação muito para além de duvidosa (que não fui karago!), seria muito capaz de aderir a essa mais recente moda lusitana e contribuir simbolicamente para a onda de piadas - de mau gosto - que assolou inesperadamente este nosso "Paraíso à beira-mar plantado" nestes últimos dias, imediatamente após a notícia do assassínio do jornalista Carlos Castro perpetado pelo jovem Renato Seabra, e que o fez perder, para além da sua vida claro, também o seu abono de família.

Mas como decidamente não sou homofóbo e tenho uma educação muito para além de acertada (acertaram em mim pelo menos..), abstenho-me frontalmente de lançar quaisquer piadas do tipo:

- Este caso é a prova mais risível de que todos aqueles que se metem em aventuras com Paniscas, acabam sempre por ficar fodidos de uma maneira ou de outra...

E peço carecidamente a todos aqueles que me visitam, que sejam solidários com esta minha demanda e que também se abstenham de fazer comentários jocosos sobre este assunto.

Obrigado.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."