02 maio, 2011

Sócrates, 1º de Maio e dinheiro no karalho...



Não sei se foi algo premeditado ou se se tratou apenas de uma mera coincidência, mas se o José Sócrates teve realmente intenção de homenagear o Dia do trabalhador, achei tão oportuno, e tão recheado de simbolismo, que ele tenha ido comer no Redondo.
Enquanto Portugueses, e olhando para a sorte que nos é tradicionalmente destinada, creio que de uma maneira ou doutra, já lá fomos ou acabaremos todos por ir lá comer um dia.
Confesso também, que, intimamente, já mandei o Socras uma boa montanhas de vezes a conhecer esse sítio...mas gostaria que da próxima, ele fosse menos besta e entendesse um pouco melhor o sentido da minha mensagem.

2 comentários:

  1. Deixei-te um desafio literário no meu blog. Se tiveres tempo e paciência... Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Uii,um desafio pour moi?
    hummmm....medo...muito medo! :)) Bjs

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."