23 maio, 2011

Conhecem a Abobrinha?

Mas quem não a conhece???



Abobrinha. Segundo a Wikipédia , a abobrinha, courgette ou curgete (Cucurbita pepo L.) é um fruto pertencente à família cucurbitáceas, assim como a melancia, o melão, o pepino e a abóbora. Pertence ainda ao género das abóboras e costuma-se colher ainda verde.
Composta por aproximadamente 94% de água (a média do ser humano está situada entre 70 e 75%), a Abobrinha é um dos vegetais com menores taxas calóricas. É, ainda, uma boa fonte de vitaminas A, C e folato. A Abobrinha é óptima para ser consumida crua, seja como salada ou apenas fatiada, ou como suplemento de diversos pratos, entre os quais lasanhas, carnes, sopas e molhos.
Na compra, deve-se apalpar bem a Abobrinha e optar pelas mais firmes e pesadas. Pode ser conservada na arca congeladora, mas, porque não há nada neste mundo que seja perfeito, ela estraga também com muita facilidade.
Mas as qualidades da Abobrinha não se ficam pelo mundo culinário. Devido à sua forma fálica, a Abobrinha é também muito procurada no mundo do Sexo. Apreciada em grande parte pela textura da sua pele, mas sobretudo pela natural versatilidade que a sua forma fálica lhe confere, a Abobrinha consegue adaptar-se a qualquer orifício, mesmo os mais lamacentos, e satisfazer até ao mais ínfimo pormenor o mais requintado dos gostos. Por ser fácil de encontrar e ser relativamente barata, a Abobrinha bate-se desse modo com a banana, a cenoura, o pepino, o alho francês e a beringela, para o título de melhor explorador(a) de cavernas profundas.
Entre os maiores apreciadores de Sexo com Vegetais, sobretudo na comunidade Gay, há quem ache conveniente meter a Abobrinha dentro de um preservativo embora não haja provas de que essa prática traga benefícios ou favoreça de algum modo o acto sexual em si.

Decidamente, as qualidades da Abobrinha são infindáveis...e prometem não se ficar por aqui. Seja para cozinhar ou para satisfazer as pequenas necessidades sexuais do dia à dia, a Abobrinha marca pontos nos dois campos, sendo um trunfo a considerar obrigatoriamente nessas horas por possuir um aproveitamento para lá de excelente, mas...(porque existe sempre um mas em todos os contos de fadas)....é bom nunca esquecer que, Culinária e Sexo são campos bem distintos que por motivos de higiene não se recomenda misturar.
Se é verdade, por uma via, que um "Processo culinário" pode muito bem conduzir ao processo Sexual, já o contrário - mesmo que seja possível aplicá-lo - é estritamente desaconselhado, por ser pouco seguro.
Não sejam tolos(as)!  No fim de cada "processo sexual" com a Abobrinha, nunca queiram aproveitá-la para outras coisas porque o mais certo é que isso venha a causar-lhe problemas aborrecidos. O preferível mesmo...é deitá-la ao lixo.

(Ps: Comportamento gera comportamento, dizem...) :)

Sem comentários:

Enviar um comentário

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."