25 setembro, 2008

É no que dá passar o dia a tentar descobrir os "podres" de toda a gente...

Pensador - Dona Esmeralda (minha querida e linda sogra...), não estou bem certo da hora mas durante o dia de hoje, é possível que a solicitadora Helena venha a passar por aqui para me deixar algo.
D.Esmeralda - Quem é essa solicitadora Helena?
Pensador - É uma solicitadora cá da terra que toda a gente costuma chamar de Helena.
D.Esmeralda - Sim, isso já eu percebi. Mas de quem ela é filha?
Pensador - Bem...não tenho muito a certeza, mas estou certo de que seja de um pai e de uma mãe...
D.Esmeralda - .....

(2 horas mais tarde)

Pensador - Dona Esmeralda, alguma coisa para mim?
D.Esmeralda - Sim, sim. A Leninha estive aqui e deixou esta carta para ti. Minha nossa, o que a moça cresceu!....veste-se tão bem e tem um carro tão bonito!....não sabia que ela estava a podreguir tão bem na vida!
Pensador - A "Podreguir" Dona Esmeralda?
D.Esmeralda - Sim...não é assim que se diz?
Pensador - Bem...se olharmos para a rapidez com que algumas pessoas conseguem fazer ascensão na vida, se esse verbo não existir, é bem capaz de não demorar muito à ser inventado...




Outras formas conhecidas de podridão - Neste caso concreto temos uma boa possibilidade de ver o "derrière" de uma mulher "podre de boa"...

2 comentários:

NI disse...

Já escrevi dois comentários. Já os apaguei. Os teus post's colocam-me sempre nesta situação, ahahahahahah.

O pensador disse...

Fico feliz que tenhas gostado...
:-)

Bjs