07 maio, 2011

Retratos de uma louca paixão...



Este é o verdadeiro grande problema do Benfica, em geral, e dos seus adeptos em particular. A sua paixão doentia pelo drama.
Deixem-me vos fazer um resumo daquilo que vi na TV e que me pareceu ser a história do jogo entre o Benfica e o Braga, no jogo da 2ª mão a contar para as meias finais da Liga Europa. Vi duas equipas corajosas, destemidas, aguerridas, lutadoras, dinâmicas e trabalhadoras. Nenhuma das equipas fez um frete aos seus adeptos. Ambas entregaram-se de corpo e alma ao jogo, correram, lutaram ombro à ombro e suaram as estopinhas para ganhar esse tão almejado passaporte para Dublin, Irlanda do Norte, onde se disputará a sonhada final da Liga Europa. O Braga teve a sorte de marcar um golo importante, numa fase crucial da partida, e depois teve lucidez suficiente para gerir o jogo e saber segurar este resultado até ao final do encontro, e o Benfica esse....teve simplesmente azar. Teve azar porque fez tudo para ganhar o jogo mas a bola teimou em não entrar. Teve azar quando ao minuto 40 o Cardoso fez um passe de morte ao Saviola e a bola acabou por embater no poste. Teve azar quando ao minuto 60 o Jara mandou um remate em arco, sem hipóteses de defesa para o guarda-redes do Braga, e a bola quis passar ligeiramente ao lado da baliza. Teve azar quando, a 10 minutos do fim, o Luisão conseguiu desviar uma bola para o poste mais distante onde estava o Saviola isolado que...não teve habilidade para acertar na bola. E por fim, teve azar quando já nos minutos finais, o Paulão, quase em cima da linha, negou um golo certo ao Kardec. Sim, é isso tudo, é muito azar de facto, mas o futebol é mesmo assim, vive da sorte e do azar. E como a sorte pertence a todos...hoje conhece-se a glória...amanhã chora-se...

Por causa de tudo isso, e porque sempre mantive uma aversão natural pelas personas non gratas, fico triste e abano sempre a cabeça em jeito de desagrado quando sou forçado a assistir a certas imbecilidades que ocorrem frequentemente neste país. Imbecil foi a reacção dos adeptos benfiquistas que, face à prestação da sua equipa - que, vá-se lá saber porquê, foi considerara má -, foram levados a juntarem-se em grande número ao pé do Estádio da Luz, por volta das 3 horas da manhã, com intenção de insultar, envergonhar ou quiçá apedrejar o autocarro que transportava a Comitiva do Benfica em regresso de Braga.
Imbecil também, foi mais esta atitude da direcção do Benfica, que, tendo sido informados da realidade que os esperava no Estádio da luz, solicitaram imediatamente a intervenção das forças policiais, no sentido de garantir um perímetro de segurança para a passagem do autocarro, serenar os ânimos lá presentes e dissuadir qualquer intenção de expressar um eventual desagrado da multidão através do recurso à violência.
Tenho que vos dizer que achei isso simplesmente idiota e de mau gosto. Francamente, 15 carrinhas do corpo de intervenção e mais de 100 policias armados para controlar cerca de duas centenas de adeptos que estavam ali presentes aquela hora? Quase 1 policia para cada 2 pessoas?
Credo! não quiseram trazer também os carros-cisterna para atirar mangueiradas de água gelada nos saloios que tivessem o atrevimento de fazer um manguito com os braços ou um gesto menos decoroso com o dedo médio da mão?
É assim que os adeptos da casa são tratados? Foi mesmo preciso tanta merda?
Uiiiii...que este Filipe Vieira deve ser cá um hipocondriaco de primeiro nível, basta um berro ou uma mão no ar e caga-se logo todo. Lamentável.
E eu que pensava que os tripeiros é que eram os carniceiros, os saloios, os porcos, os desdentados, e que pelos lados do sul era tudo composto por gente educada, elitista e bem formada...

Sabem uma coisa? Digo que é nas horas más que a verdade do homem se revela inteiramente...

4 comentários:

Cacarol disse...

Que bem que falas de futebol...

Francisco o Pensador disse...

Espera ai Cacarol...devo interpretar isso como um elogio ou como um cartão amarelo? :)

NI disse...

Desdentados?

Isso já considero uma verdadeira ofensa.

:)

Francisco o Pensador disse...

Pois nina, disse bem desdentados. Reparei que, quando se trata de avaliar a figura dos portistas, os tipos gostam sempre de tomar o "Emplastro" como referência principal... :)