01 maio, 2011

Sabes...



É à noite que me sinto pior. Nesses sonhos estranhos onde revejo o teu rosto, onde te abraço com força, com tanta força, onde te carrego de mimos, de beijos, e choro de alegria por poder escutar a tua voz.
Mas depois, quando a manhã chega, tu não estás mais aqui...e só me resta manter a esperança de que voltarei a sonhar..em ti.
Os sonhos são a única forma que eu tenho de te ver. De te tocar. De te ver sorrir para mim. Fazes-me tanta falta hoje, como no primeiro dia em que te vi partir. Minto, acho que hoje fazes-me mais ainda. Sinto tanta falta de ti.
Não sei....Se é verdade que o tempo apaga a dor, porquê que a minha teima em existir? Porquê estas minhas lágrimas? Porquê esta ferida que nunca cicatriza, e dilacera continuadamente o meu coração? Porquê este vazio deixado por ti?
Porquê..porquê...porquê..
E porquê todos estes porquês, se de nada me adianta procurar razões?
Mesmo que as encontre, elas jamais poderão mudar seja o que for.
Assim, resta-me apenas viver ou pelo menos fazer algo que possa justificar a minha vida. Porque as lágrimas, essas, irão permanecer para sempre dentro de mim...até ao dia em que os meus sonhos fizerem abrir um portal para a minha realidade, e for chegada a minha vez de passar por dentro dele...Para te rever, finalmente.

Sabes mãe, se as noites são mais duras dos que os dias, tem dias....em que me parece ouvir a tua voz.

3 comentários:

  1. "Assim, resta-me apenas viver ou pelo menos fazer algo que possa justificar a minha vida."

    Como mãe, esta é a única frase que não gosto no que escreveste. E ela também não iria gostar. Tenho a certeza.

    Ela iria gostar de algo como: "Assim, e apesar da tua ausência, vivo intensamente todos os momentos da minha vida, porque sei que isso te faria imensamente feliz e porque é a melhor homenagem que te posso fazer."*

    Mas já sabes a minha opinião.

    * Era a frase que estava preparada há já alguns dias para te enviar :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Lamento muito, Francisco. Acho que é uma figura tão importante, tão forte, tão presente, que custa saber que um dia, pela ordem natural das coisas, ficarei sem a minha.

    ResponderEliminar
  3. Nina, Não é preciso esforçar-me muito para reconhecer o quanto as tuas palavras são sábias e recheadas de sentido.
    Noutras cirscunstâncias, creio que seria de todo possível encontrar a minha paz interior através de palavras como estas.
    Mas há situações em que a ferida teima em não fechar e deixa o coração eternamente agarrado à doença em vez de procurar a cura.
    Por mais que o meu lado racional tente resolver esta história, o meu coração não deixa.
    Jamais irei conseguir aceitar o que lhe aconteceu.

    Mas obrigado Nina, obrigado pelas tuas palavras. Tinhas esta frase preparada porque já sabias como eu ia me sentir neste dia, não é?.
    És mesmo muito querida. Uma grande amiga. :) Bjs

    S*, agradeço-te imenso as tuas palavras amigas e espero que o teu "dia da mãe" tenha-te sido intenso e muito rico em emoções.
    O único conselho que posso te dar é que saibas cuidar, amar e estimar muito a tua mãe, mas sobretudo, que nunca deixes nada por resolver com ela.
    É certo que, pela ordem natural das coisas, um dia ficarás sem ela, e quando isso acontecer, é bom que não haja nada por resolver entre as duas, porque depois...já será tarde demais e nada conseguirá tirar-te esse sentimento de culpa. Bjs para ti. :)

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."

White side and black side of the moon...

Donald Trump and Pope Francis represent the white side and the dark side of the moon...  Trump is smilling and Pope Francis seems a l...

Para recordar...