03 janeiro, 2018

A beleza de ser livre...(e mulher!)

Para abrir o novo ano gostaria de comentar uma noticia que surgiu ontem ou anteontem no JN e que dava conta de uma fotografia publicada no Instagram da Madonna que tem estado a originar grande polémica nas redes sociais do mundo inteiro e muito particularmente no nosso país. Na dita foto a rainha do "Pop" surge ao lado da sua filha Lourdes Maria de 21 anos que por sua vez aparece na imagem de braços bem levantados e com as axilas por depilar. Obviamente que as pitinhas rapadas deste país ficaram logo todas indignadas e insurgiram-se imediatamente contra esta "heresia" mundana tremendamente infeliz, debitando todo o tipo de insultos e comentários pouco ou nada abonatórios sobre a aparente boa relação que a filha da cantora gosta de manter com os seus pêlos. Chegam mesmo ao cúmulo de acusá-la de querer roubar todas as atenções para ela e de ser pouco natural, o que é uma perfeita idiotice. O que pode ser mais natural para o ser humano do que ele poder exibir livre e orgulhosamente todos os atributos do corpo dentro o qual nasceu? Pouco naturais poderiam ser as tatuagens que ela ostenta nos braços, mas nunca os seus pêlos!
Vou confessar-vos uma coisa, as mulheres são umas queridas mas estão sempre a inventar palermices de todo o tipo. Peço-vos antecipadamente desculpa mas não tenho outra forma de dizer isso. Ao longo dos séculos as mulheres tem travado uma luta sem igual, com muito suor, lágrimas e sacrifício, para ver o seu valor ser reconhecido com pleno direito pela sociedade mas por mais que elas tentam emancipar-se estão sempre a inventar novas jaulas, prisões, algemas e "cadeados" para auto-mutilarem-se socialmente e permanecerem prisioneiras da eterna subserviência face aos homens. Querem quebrar a corrente, e possuem força e coragem suficiente para fazer isso, mas, em simultâneo, elas parecem também apostadas em perpetuar o ciclo.


Imagem relacionada
Gabriela, Cravo e Canela

No tempo da "Gabriela, Cravo e Canela" que, para quem não conhecer, foi a primeira novela brasileira difundida em Portugal, era muito comum, para não estar a dizer tremendamente sensual, usar-se pêlos nas axilas, os homens gostavam das mulheres do jeito que elas se apresentavam e no segredo da noite, com mais ou menos chiar na cama, aquilo que não faltava por este país fora eram filhos a nascer todos os dias. Assim, se tomarmos em consideração a opinião da geração "Kim Kardashians" actual (ai deixa-me tirar uma selfie que sou tão linda!), as mulheres, mães, tias, avós, e tias-avós de antigamente eram todas umas grandes badalhocas porque tinham os sovacos carregados de pêlos. Que interessa se elas tomavam banho todos os dias? aquilo era um perfeito horror, nem sei como é que elas conseguiam arranjar tão facilmente os maridos. Mas felizmente que tudo isso mudou. Hoje as mulheres como são muito mais limpas do que foram as suas progenitoras, e as progenitoras das suas progenitoras, gostam de depilar as pernas e as axilas por uma questão de higiene, aparam as sobrancelhas para não parecerem lobas, rapam os pêlos na zona da virilha para ficarem sexys e poderem usar um bikini fio dental na praia e tem outras ainda que rapam a vagina toda para que ela possa parecer o pipi de um bebé doce e macio. Há quem diga que o próximo passo da evolução é rapar o sulco entre as nádegas (mais conhecido por rego do cu) e pintar a zona envolvente do ânus com batom vermelho para parecerem mais apetitosas aos olhos do seu parceiro sexual. E daqui a 100 anos então nem se fala, a tecnologia nessa altura será de tal ordem que vai permitir fazer com que a mulher possa nascer sem um único pêlo no corpo (nem cabelos, nem pêlos, nem sobrancelhas, nem pestanas...wuaauuu, um sonho!). A sério minha gente, há mais algum preconceito que a mulher também goste de alimentar dentro dela e que me tenha esquecido de referir aqui? Já conseguiram perceber o ridículo desta questão? Se a mulher nasce livre e aposta cada vez mais fortemente na sua emancipação, porque continua a tentar inibir-se, maltratar-se e a criar obstáculos para si própria no seu caminho de desenvolvimento? Porque é disso que se trata no fim de contas. Por cada mulher que esteja a maltratar outra por esta querer exercer o seu direito de escolha segundo o que ela entende ser a sua escolha de mulher, é a consciência de que a liberdade individual da mulher não existe e a afirmação de que a sua própria vontade como critério de decisão...não funciona. Continua e continuará aquilo que sempre foi, subserviente ao homem...porque ela está sempre preocupada com tudo aquilo que fere a sua imagem e possa desagradá-lo/afastá-lo, e o homem, por sua vez, nunca fica preocupado com nada disso.
E talvez seja mesmo essa a ideia que a Lourdes Maria esteja a tentar transmitir ao mundo de cada vez que decide divulgar este tipo de fotos. A ideia de que as mulheres não podem apenas limitar-se a defender a sua liberdade. Elas têm que acreditar verdadeiramente nela. Têm que senti-la em toda a sua plenitude, saber usá-la, praticá-la e gozá-la em todo o seu esplendor. Têm que ser livres e autonomas, de uma vez por todas, sem amarras, sem julgamentos, sem preconceitos, sem sentimentos de culpa, sem inibidores de consciência. Libertar-se de todas essas mordaças sociais que elas criaram desde os inícios dos tempos para si próprias, para que deixem de morrer sufocadas...e possam finalmente respirar. Eis a Lourdes Maria, uma mulher que sabe exibir sem rodeios nem receios toda a beleza da sua personalidade sem estar preocupada com aquilo que o mundo pensa dela e os juízos que poderá eventualmente recolher das pessoas à sua volta. Eis uma mulher que não tem medo de assumir e viver a sua liberdade...

Resultado de imagem para lourdes maria sovacos
Imagem da Net

PS: E sabem o que é que tem mais piada? Ficaram todos tão escandalizados e preocupados com os pêlos da filha Lourdes Maria que pouca gente deve ter reparado no mamilo do seio esquerdo que a mãe Madonna deixou tão inteligentemente à vista por baixo da sua camiseta transparente. Mas vão vão reparar agora que falei nisso...

4 comentários:

  1. Francisco,

    Interrompi a minha caminhada no deserto porque tinha que dizer isto: Parabéns. Para mim, um dos teus melhores post's de sempre.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Nina. A sinceridade sempre foi uma das facetas mais encantadoras que sempre revelastes possuir dentro de ti e mesmo que a tua caminhada no "deserto" possa trazer-te a ilusão do contrário, a tua opinião continua a ser muito importante para mim. Fico feliz que tenhas gostado. :)

      Bjs

      Eliminar
  2. Adorei! Fartei-me de rir! Do melhor... Este post deveria ser publicado em todas as redes sociais. É que é tal e qual :).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá DeepGirl, bem vinda ao meu espaço. Nem toda a gente aprecia a minha frontalidade mas no meio de tanta coisa "ruim" que possa parecer dizer, por vezes também consigo marcar alguns pontos nalgumas coisas. Isso só acontece porque para além de ser frontal, também sou muito sincero naquilo que digo. Obrigado pelo elogio que me fizestes e fico contente que tenhas gostado deste post. Volta sempre que te apetecer. :)

      Eliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."