24/01/2018

A lotaria dos penaltis...


O FC Porto perdeu esta noite contra o Sporting a passagem para a final da Taça da Liga, através da marcação de grandes penalidades, uma vez que o jogo chegou aos 90 minutos com as duas equipas empatadas no marcador. Tivemos o azar de ver o Danilo lesionar-se logo nos minutos iniciais da partida mas ainda assim tivemos a sorte de ver um jogo muito bem disputado, com Alex Telles em grande evidência. Não é que este jogo tenha revelado um grande espectáculo de futebol - nenhuma equipa queria arriscar-se a perder e recorreu-se demasiado à falta e ao anti-jogo -, mas também não foi um jogo de "carneirada" como costumam ser os jogos contra o Benfica. Houve sim muito equilíbrio e respeito de parte a parte. Na primeira meia hora viu-se sobretudo o Sporting a pressionar os dragões e a partir do intervalo só se viu jogar o FC Porto, tendo-lhe pertencido também as melhores oportunidades de golo da partida. O Marega é um bom jogador mas continua a ser um grande trapalhão (credo Jasuus que tosco!) e o Soares está a demorar a recuperar a veia goleadora que revelou na época transacta. Com a qualidade que esta equipa revela, se tivéssemos um matador como o Das Bost e a história já seria outra. As grandes penalidades são extremamente ingratas porque na prática não passam de um bilhete de lotaria. É como se o vencedor de um encontro tivesse de ser tirado à sorte. Para quem remata, a baliza parece ser sempre demasiado pequena e para quem defende...ela parece ser sempre demasiado grande. Cada remate pode receber a sorte de fazer a bola entrar na baliza ou o azar de bater no poste, passar ao lado ou ser defendido pelo guarda-redes. O treinador dos leões Jorge Jesus disse que o Sporting tinha o melhor guarda-redes do mundo porque conseguiu defender dois penaltis, esquecendo-se porém que o guarda redes do Porto (Casillas) também conseguiu defender outros dois. A única coisa boa nos penaltis é que, embora haja um ganhador, nunca ninguém é considerado perdedor. Para as estatísticas apenas é considerado um empate. E é por isso que, embora tenha perdido o jogo...o FC Porto continua a ser invicto. Foi uma pena que não tenha conseguido passar à final, mas vamos ver se conseguimos ter melhor sorte para a Taça de Portugal.

6 comentários:

  1. O pior de tudo foi a lesão do Danilo.

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, o azar de uns costuma ser a sorte de outros, do Oliver neste caso...
      O Porto como grande clube que é, tem que estar sempre pronto para estas contrariedades. Vamos ver..

      Eliminar
  2. Faltou alguma concentração aos jogadores do Porto, nas penalidades falhadas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais do que concentração...acho que foi sobretudo um problema de pontaria...
      Uns parecem ter falta dela e outros parecem estar com pontaria em excesso, como é o caso do Brahimi que conseguiu acertar no poste direito quando marcou o penalti...

      Eliminar
  3. O Porto merecia ganhar mas a verdade é que os jogadores do Sporting foram mais competentes no momento da marcação das grandes penalidades.
    .
    * Adejam pétalas ... como lábios se beijando *
    .
    Deixando votos de um dia feliz
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Gil António, foram mais competentes ou mais felizes. Quando tudo dá certo qualquer um de nós passa por ser competente e, na hora de celebrar, a nossa mente nunca considera que possamos ter sido apenas felizes. Mas isso de pouco interessa. O que interessa é que eles ganharam e passaram à final e o Porto ficou pelo caminho. E é só isso que a história vai celebrar.

      Votos de um dia feliz também para ti.

      Eliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."