24 fevereiro, 2011

Astúcias jornalísticas...

Dizem que a desgraça nunca vem só. Por vezes pode vir acompanhada, em dobro, ou até repetida, e este conceito parece aplicar-se também ao mundo jornalístico.

Quando já não há notícias MÁS que chegue neste mundo para que se possa encher todas as páginas dos jornais...duplica-se as actuais ou repete-se as existentes...
Foi o que parece ter acontecido hoje no Jornal JN.

Na sua página 21 podemos ler...
 "Operário decapitado por prensa têxtil".

E na página 25...
"Operário decapitado por prensa têxtil".

A mesma notícia, o mesmo texto, a mesma fotografia..
E dai pode ser erro meu. Pode ser que sejam dois operários distintos (que partilham o mesmo nome, sim tudo pode acontecer!...) que tiveram a má sorte de serem ambos decapitados no mesmo dia, à mesma hora e na mesma empresa, ou às tantas, trata-se apenas de um problema de gaguez jornalística...

2 comentários:

  1. Ultimamente o JN tem repetido algumas notícias.

    Eu só sei que quando li o título no "público" on line, fiquei preocupada ou não tivesse um amigo que trabalhasse com máquinas.

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Nina, Na minha vida profissional eu também opero máquinas e confesso que muitas vezes o meu trabalho faz-me perder a cabeça, mas...mas...

    Ok...ok...Não precisas me dizer, já entendi. Não estou a ter piada nenhuma. :)

    ResponderEliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."