28/12/2017

A Segurança Social da treta!

Resultado de imagem para segurança social
Imagem da Net

Passou-se mais um Natal e tudo parece ter voltado à normalidade. Parece uma verdadeira maldição e desta vez nem sequer quis esperar pela chegada do Ano Novo. Acho que cheguei a contar neste Blog que no passado tive a infelicidade de conhecer várias vezes a situação de desemprego. Ora, devido a tudo isso, nessa altura levava uma vida profissional muito inconstante. Trabalhava alguns meses através de uma agência de trabalho temporário, depois ficava desempregado, depois trabalhava mais uns meses, e voltava outra vez a ficar em casa. Parecia uma coisa assim para o orgásmico. Um vai-vem laboral constante. Como tinha direito a receber o subsidio de desemprego, houve alturas em que coincidiu receber na minha conta tanto a prestação do desemprego do mês corrente como também o pagamento de alguns dias de trabalho do novo emprego que tinha conseguido arranjar. Obviamente que mais tarde a Segurança Social (SS) ia dar-se conta de que tinha feito alguns pagamentos indevidos, e juro que sempre me preparei para esse cenário, mas, apesar de ter a pior opinião possível da celeridade de trabalho dos serviços públicos deste país, apercebo-me hoje que ainda assim estava a ser demasiado optimista pois nunca imaginei que a SS trabalhasse tão mas tãoooo mal. Acontece que eles só deram conta dos sucessivos erros que cometeram ao fim de quase 2 anos, e, quando por fim lá conseguiram acertar as agulhas, aqui o Pai Natal já tinha acumulado uma dívida de quase 600 Euros que tinha de devolver ao Estado. Mas que porra, pá! Não há mesmo nada que consiga funcionar bem neste país?
Como era uma soma considerável, fiz uso dos meus direitos e entreguei um pedido de pagamento na SS no qual solicitava que me fosse permitido pagar a minha divida em pequenas prestações que rondavam os 20 euros. Feito isso nunca mais pensei no assunto pois nunca mais recebi nenhum tipo de resposta da parte deles...até hoje.
Hoje, quase como se estivesse a farejar que algum de ruim estava por ai algures muito prestes de acontecer, dei um salto na minha caixa de correio antiga para ver se havia recebido alguma mensagem importante e acabei por apanhar um choque medonho. Ora, vejam por vocês...

«...Exmo.(s) Senhor(es)........Informo que, para além do pagamento da prestação do mês corrente, existe(m) 4 prestação(ões) em atraso, pelo que deverá proceder ao respetivo pagamento das prestações em atraso, até ao dia 31/12/2017 (131,10 Eur).

Deve evitar que o plano prestacional seja rescindido devido às prestações em atraso, pois ficará sujeito(a) a todo o tipo de diligências coercivas, nomeadamente a penhoras de saldos bancários e de créditos, bem como a reversão contra os responsáveis subsidiários. Por outro lado, poderá ser agilizado junto do serviço competente o pedido de instauração do processo-crime decorrente da falta de pagamento de cotizações.

Mais se informa que, caso não exista nenhuma garantia associada ao plano prestacional supra identificado, nos termos dos artigos 196.º e 199.º do CPPT, independentemente do nº de prestações em atraso, o processo não está suspenso e, como tal, está desde já sujeito a todo o tipo de diligências coercivas. Neste contexto, terá todo o interesse em regularizar de imediato a totalidade das prestações em atraso...»

Dá para acreditar nisto? Esta mensagem já estava na minha caixa de correio desde o dia 20/12/2017 e não só nunca tinha recebido nenhuma resposta da parte da Segurança Social como ainda por cima fiquei a saber que já tinha 5 prestações em atraso por saldar (4 mais este mês). Parece que tinha por obrigação consultar o site da "Segurança Social Directa" para ver se o pai Natal havia lá deixado algum presente em meu nome. Para piorar o cenário, deram-me apenas 10 dias para liquidar esta dívida, o que, ao dia 28 e sem ter nenhuma noção de que iria ter este encargo, vai ser manifestamente impossível eu conseguir cumprir. Mas que chatice! porquê até o dia 31? Será que esta gente não sabe que a maioria das empresas portuguesas só pagam a partir do dia 8 de cada mês? Que raio julgam eles que somos? Que estamos sempre prontos para tudo ali de pernas abertas à espera deles? Juro que fico danado com estas coisas. A falta de tacto e profissionalismo dos serviços públicos é algo que faz dar-me voltas ao estômago. Essa gente parece que só vive para chatear e trazer problemas ao zé povinho. Bem, mas sendo assim, e sem eu saber nem como nem porquê e sem ter culpa nenhuma, parece que vai ser-me instaurado um processo-crime por deslealdade e corro o risco de ver as minhas contas bancárias penhoradas. Porreiro, isto ficou mesmo bonito sim senhor.

Ás tantas também vou ser preso. Neste país temos que estar sempre preparados e contar com tudo...

Sem comentários:

Enviar um comentário

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."