17/12/2017

Quem vai à Guerra dá e leva...


Resultado de imagem para pedro guerra
Imagem da Net

Sabem a história daquele individuo que por toleima distracção infelicidade ou desnorteada teimosia conseguiu cair à água e que, por não saber nadar, braceja e luta com todo o seu esforço na desesperada procura de agarrar-se a qualquer coisa que seja que o possa salvar de morrer afogado? Pois...esse individuo tem um nome. Chama-se Pedro Guerra, era jornalista, passou a comentador desportivo, e foi apanhado mesmo no epicentro do terramoto que fez abalar os alicerces do futebol português e que já por isso promete fazer correr muita tinta, por estar a afigurar-se, segundo palavras de Jorge Nuno Pinto Da Costa, como sendo um alegado "colossal esquema de condicionamento e manipulação de pessoas e instituições em favor do Benfica". Esquema esse que, a ser verdade, mas sobretudo provado, irá fazer parecer o famigerado "Apito dourado" um patético rebuçado.

Pedro Guerra é um caso deveras intrigante e um produto notável da mãe natureza. Como ele aparenta ser tão gordo e ovalizado, que mais parece um perfeito balão humano, tecnicamente, seria suposto ele ficar a boiar à tona da água, mas não, se não se mexer melhor e mais depressa ele vai ao fundo como os outros, até porque ninguém parece estar disposto a salvá-lo...

2 comentários:

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."