25 junho, 2017

Tão linda, bela e doce...


Resultado de imagem para amor paixão
Imagem da Net

Chego em casa...fatigado. Sei que estou de férias mas bem sabes como estes dias tem sido cansativos para mim. Já fazia muito tempo que a nossa casa precisava de algumas reformas, e já fazia muito tempo que procurava alguma disponibilidade para poder cuidar dela. Entro na cozinha e lá estás tu, meu anjo. Também cansada, fatigada, ar preocupada, desanimada, mas contudo sempre linda. Linda como sempre fostes. Sei que a vida não tem sido fácil para ti. Para além dos vários problemas que és impelida a enfrentar ao meu lado, tens ainda o teu coração de filha e de mãe, que nunca descansa....e sofre continuamente. Quem dera que o nosso mundo estivesse em paz. Quem dera podermos deixar as nossas preocupações de lado. Mas esta tem sido a nossa luta, a nossa batalha, e orgulha-me saber que estou a fazer este caminho a teu lado. És uma grande mulher. Uma guerreira. Uma deusa. 
Sentei-me na cadeira e nem tenho tempo de te pedir nada. Prontamente vais ao frigorífico e retiras de lá algo que só tu sabes fazer como eu gosto. Meu rosto sorri. És o sol da minha vida. Depois de uma jornada dura, nada mais deliciante para a alma do que refrescar os sentidos com o sabor da tua linda limonada. Dentro dela consigo encontrar um bocadinho de cada traço teu. Sinto a força da tua paixão, a doçura dos teus gestos e a beleza do teu amor. Obrigado por teres pensado em mim. Obrigado por cuidares de mim. Enquanto bebo, dou por mim a observar-te. Magra, formosa, elegante, cabelos soltos a cobrir-te os ombros, olhar cansado mas cheio de amor. No teu rosto, mesmo marcado por alguns sinais que o tempo teimou deixar-te, continuo a ver a mulher que eu sempre amei. Continuas linda, continuas bela, continuas doce. E eis que sinto crescer em mim uma repentina necessidade. Sem que percebas, já caminho na tua direcção. Aproximo-me, coloco-me por detrás de ti. Gentilmente, acaricio com as duas mãos as laterais do teu rosto descendo suavemente até encontrar o teu queixo. Passo um dedo pelos teus lábios e depois volto a subir. Suspiras porque já sabes o que vem depois. Lentamente, passo os meus dedos pelos teus cabelos, desde a testa até à nuca sem me esquecer de acariciar as tuas orelhas. Docemente, desvio algumas madeixas de cabelo que te cobrem e beijo o teu pescoço. Uma, e outra e mais outra vez. Respiro, inalo o teu cheiro. Sinto-me embriagado com o teu aroma. Tua pele já não é tão sedosa mas continua bonita e a cheirar bem. Enquanto sentes os meus beijos, minhas mãos continuam a percorrer-te. Vou descendo com toda a ternura que tenho, e caminho maciamente ao longo dos teus braços procurando o teu ventre. Assim, no calor silencioso deste momento, eis que mato por fim a repentina necessidade que tinha visto crescer em mim. Essa necessidade de te abraçar. Num abraço doce mas apertado faço-te sentir a força do meu amor. E sem que tenhas tempo de suspirar novamente, aproximo a minha boca do teu ouvido e sussurro algo dentro dele.«Amo-te, amo-te muito». Não porque precisasses de o saber, nem sequer de o relembrar, mas sim porque mereces e porque sei que gostas de ouvir. Nessa altura as tuas forças parecem renascer e o teu rosto volta a brilhar novamente. Pareces um raio de sol. Viras-te para mim e num gesto que faz parecer quase parar o tempo, dás-me aquele beijo estonteante que me atira instantaneamente até aos anéis de Saturno, trazendo-me à memória toda a beleza daquele dia. O dia em que te conheci.

6 comentários:

  1. Aqui estás tu (vês?).
    Bonita declaração e ela bem merece.

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é por ela merecer que hoje decidi baixar a guarda e escrever algo diferente do habitual...
      Facilita imenso quando tudo aquilo que se escreve é sentido.

      Bjs e bom domingo.

      Eliminar
  2. Meu Deus, só a mim é que nunca aparece um homem que me queira tratar assim. Não sei se este texto é seu, mas achei tão bonito, tão bonito, que quando dei por mim já estava a salivar de inveja. Gostei muito! Foi muito lindo e oxalá houvesse no mundo mais homens como você. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, sim o texto é inteiramente meu. Acho que deve ter-me dado uma espécie de epifania. Mas acredite em mim ao dizer-lhe que eu não tenho mesmo nada, nada, nada de especial. Se oxalá pudesse haver alguma coisa, que eles sejam todos homens melhores do que eu. Mas obrigado pelos seus elogios. :)

      Eliminar
  3. Bonita declaração. Se é merecida, parece-me muito bem. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mais do que merecida e já rendeu-me uma linda noite de amor... :)

      Eliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."