Seguidores

10 agosto, 2017

A força de um verdadeiro campeão...

Resultado de imagem para porto estoril
Imagem da Net

Porto, Porto, Porto. Quem te viu e quem te vê. Como é possível uma equipa, contando com os mesmos jogadores, poder mudar tanto de um ano para o outro? No ano passado esta equipa foi rotulada de medíocre, e isto apesar de ter sido vice-campeã e só não ganhar a Liga por culpa própria já que teve nas mãos 4 oportunidades para fazê-lo, mas agora, passou a ser considerada "pujante" e "avassaladora" e já toda a gente lhe tem medo. Até os Benfiquistas. que já sonhavam igualar o feito do F.C. Porto quando conquistou o Penta, ficaram agora com sérias dúvidas de que isso seja possível. No que me diz respeito, a goleada que os Dragões impuseram ao Estoril ontem à noite (4-0) é uma demonstração clara da sua força e do que está para suceder este ano. Foram 4 mas podiam muito bem ter sido 7 ou 8 golos se não fosse a displicência de Aboubakar e a lesão muscular do Tico Soares que teve que sair ao minuto 30. Viram aquele primeiro golo do Marega? É a estrelinha de campeão que já está a meter mãos à obra. Quando uma equipa está destinada a ser campeã, tudo corre bem e até a sorte está lá para protegê-la. Para além disso este ano o F.C. Porto ganhou um aliado de peso. Refiro-me obviamente ao VAR (Video-árbitro). Se não fosse ele, aquele 4º golo já ia ficar para o maneta como já sucedeu em épocas anteriores. Se desde há 4 anos para cá tinha-se tornado uma espécie de vaidade ou luxo para qualquer árbitro que quisesse subir na hierarquia do futebol prejudicar deliberadamente a equipa azul e branca, agora é vê-los todos no campo, respeitosos, competentes e disciplinados, que nem cordeirinhos obrigados a promover a verdade desportiva. Para mim esta "nova" performance do Porto é também a prova de como um treinador consegue mudar a disposição mental de toda uma equipa. Com Lopetegui e Nuno Espirito Santo, para além do frete que os árbitros fizeram em campo e da grande quantidade de penaltis que ficou por marcar, viu-se bem que alguns jogadores considerados importantes não andavam nada felizes na equipa e isso acabou por afectar de forma determinante a sua produção ofensiva. Agora são esses mesmos jogadores que revelam uma forma e uma alegria estonteante. Para eles, já não chega ganhar. Agora tem que haver sangue. É preciso também massacrar. Um bem haja, confesso que já sentia saudades de ver a minha equipa jogar assim. Agora só espero que não tenha que esperar muito tempo para ver o Porto apanhar o Benfica na sua frente. Gostava de ver uma goleada das antigas, mas se ficar 4-0...também não ficarei triste... :)

4 comentários:

  1. Este ano é tudo nosso!
    Espero chegar a maio e ver O MEU PORTO A SER CAMPEÃO,é algo que já não vemos à quatro epocas mas eu acredito que seja esta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está boa anónimo. E quem tem esperança, sempre alcança!...hehehe

      Eliminar
  2. Se não perdermos mais nenhum jogador até dezembro...

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sejas pessimista...este ano vai ser todo nosso. :)
      Já esqueceste que houve jogadores que preferiram passar a ganhar menos dinheiro do que deixar o Porto? Em que outro clube no mundo inteiro consegues ver acontecer algo assim?

      Eliminar

A frase mais estúpida que poderá ser dita aqui é: "Para Pensador pensas pouco..."
A mais inteligente é: "És tão lindo Pensador..."